terça-feira, 22 de julho de 2014

Você gosta de política?


POLITICA: PECADO OU NÃO?




É muito difícil em poucas palavras estabelecer o comportamento da Igreja do Senhor Jesus Cristo determinando que atitude o Cristão evangélico deva ter quanto aos seus direitos e deveres de cidadão.


Não podemos nos esquecer de que como Cristãos, somos cidadãos, sujeito de direitos e obrigações, pois se é nascido num País onde existe um ordenamento Jurídico que estabelece regras de existência, de conduta, de segurança e tantas outras com o descopo de garantir a convivência pacífica dos cidadãos, não tem como não estar inserido automaticamente no contexto político partidário. É realmente difícil determinar certos exercícios de cidadania porque a situação da Igreja, em cada tipo de País, é diferente. Imagine se você não pudesse se expressar com a sua fé em Cristo como se sentiria. Ainda existem lugares que se for encontrado professando sua fé em Jesus Cristo você pagara com a própria vida. Ora, se a liberdade de religião (culto) em países dessa natureza é coisa criminosa imagine que direito ou dever exercera o individuo Cristão que ali vive! – a não ser que queira se manifestar pra morrer desnecessariamente. O Evangelho só poderá ser pregado clandestinamente e a Bíblia só e distribuída como objeto de contrabando. É pecado pregar assim? Tem que morrer e não propagar o Evangelho em tais países?


No Brasil a coisa é outra. A liberdade e garantida por Lei. Ministros Evangélicos já tem entrada assegurada por Lei em Hospitais para dar assistência a seus adeptos. Sabe o que é interessante? Alguns Cristãos fazem questão de exercer esses direito assegurados por Leis feitas por políticos evangélicos nas Casas Legislativas e alguns Cristãos odeiam a Política. Pastores que odeiam a Política estão usando o beneficio do INSS aposentando-se, invocando a Lei para garantir entrada nos hospitais quando são barrados, ora isso não seria uma incoerência?


De repente uma crise aparece... Tempo de eleições... Momento do seu voto... E aí, isso é coisa de Política. Isso é pecado? Política é pecado? Igreja ou Pastores não podem se envolver com a Política? Amados não é possível que tomemos um posicionamento de forma tão precipitada. Já estamos envolvidos com a Política desde que nascemos e assim precisamos ser coerentes e não hipócritas. A Bíblia nunca se manifestou contra o voto, eleições ou contra qualquer exercício de cidadania. A Bíblia traz instruções de patriotismo e respeito às Autoridades constituídas. Nas escrituras encontramos exemplos de Governantes como: Jose do Egito; Daniel; Ester; Davi; Salomão; Moises e tantos outros.



Você já testou sua formação evangélica? Pense, seria pecado o Cristão ser Patriota? É pecado Amar a Pátria? Seria pecado servir o Exército e ir a Guerra? O Crente salvo prestar continência á Bandeira? Seria uma ofensa a Deus cantar o hino Nacional? Seria abominável pagar seus impostos? Pois bem o conceito de Jesus Cristo a esse respeito foi bem claro: Jesus confirmou a viabilidade e aprovação Divina da existência do Governo ao dizer em ( Mateus 22.21)”Daí a Cezar o que é de Cezar”.
Ele afirmou que a autoridade Civil reconhece o poder do Governo ao dizer a Pilatos: ”Nenhuma autoridade terias sobre mim se do alto não te fosse concedida”(Jo 19.11) O grande estadista e Cidadão Romano o Apostolo Paulo mandou que nos sujeitássemos e obedecêssemos aos que Governam (Tito 3.1). Paulo declara que resistir aos Governos é resistir a Deus (Rm 13.1-7), e exorta a pagar Tributo, Respeito, Impostos e Honra. O Apostolo Pedro nos orienta a sujeitar a toda Instituição humana por causa do Senhor (1 Pe 2.13-14).


Portanto por tudo isso você leitor, tem no voto não apenas um instrumento de cidadania; mas de obediência a Deus que quer você coerente, responsável e cumpridor de Seus Deveres. Política não é pecado quando a exercemos consciente e dentro da vontade de Deus. Qualquer coisa é pecado quando a fazemos de forma errada, impura e corruptamente (Jr 48.10). Deus Governa tudo e sabe quem são aqueles que em qualquer atividade da vida, o faz relaxadamente e de forma inescrupulosa.


POLITICA NÃO É PECADO.


(Desconheço o autor - texto retirado de uma postagem no facebook)

Nova Missão

Quando eu decidi viver o propósito de Deus para minha vida, parei de fazer escolhas e passei a obedecer a Sua direção. É como sempre digo: temos que ser como vagões de trem. O trem não se governa, ele anda sobre os trilhos. Dessa maneira eu escolhi viver. Desde os meus nove anos venho conhecendo e vivendo o propósito de Deus para minha vida e sei que Ele tem me sustentado, cuidado de mim e guiado meus passos. (Fui moço, e agora sou velho; mas nunca vi desamparado o justo, nem a sua semente a mendigar o pão. Salmos 37.25). Agora começo uma nova etapa, dessa vida com propósitos, e mais uma vez escolhi continuar sempre servido a Deus, onde Ele me mandar.


No ano de 2009 recebi uma palavra de Deus, embora na época eu não entendesse o que haveria de vir, orei e disse a Deus que sim, que eu faria o que Ele quisesse. Pouco depois de receber essa palavra passei por um período muito difícil, quando quase perdi o amor da minha vida. Algumas pessoas sabem do acontecido: Meu esposo esteve por cinco dias na UTI a beira da morte e três meses em casa sem poder trabalhar com uma doença crônica incurável. De repente parecia que tudo chegava ao fim, mas Deus nos tirou de lá e nos tem sustentado até hoje! (Ebenezer! Até aqui o Senhor nos ajudou). Os desafios nos fazem mais fortes em Deus. (Se te mostrares fraco no dia da angústia, é que a tua força é pequena. Provérbios 24:10).


Voltamos ao Rio Grande do Sul para ficar perto da família e para cuidar da saúde do meu marido, eu pensava que era só para isso... De volta ao RS, começamos um trabalho lindo com as Mulheres que Vencem. Este trabalho eu conheci no Rio de Janeiro, pois moramos lá durante __ anos e trabalhávamos juntamente com o Missionário RR Soares. Quando fomos para Curitiba e por lá vivemos 3 anos de muito aprendizado na nossa vida como família e como ministério pastoral, deixei iniciado o trabalho das Mulheres Que Vencem no estado do Paraná.


Mulheres que Vencem foi crescendo e ao lado da minha preciosa mãe, Pra.Neloci Bayer, e de uma equipe de mulheres virtuosas, vivo experiências maravilhosas pastoreando o coração de mulheres, moças, meninas, donas de casa, funcionárias, profissionais liberais, empresárias, etc... Conhecendo as lutas e as vitórias dessas mulheres de fé.  No início de 2012 ganhamos um espaço na televisão e começava o programa “Mulheres que Vencem na TV” que hoje alcança e leva a Palavra de Deus a milhares de famílias em todo estado.


De lá para cá muita coisa mudou. Dentro de mim sou a mesma, a mesma que com 9 anos entregou a vida para Jesus, e que decidiu que nada mais me separaria desse AMOR. Já as experiências adquiridas nessa obra, a cada dia me fazem uma pessoa melhor. Sei que ainda tenho muito a viver, a servir, a aprender e assim será.


São 24 anos de inúmeros aprendizados servindo ao reino de Deus e as pessoas ao lado dos meus pais (Missionário Alcides Bayer e Pastora Neloci Bayer), e 16 anos ao lado do meu marido (Pastor Daner Trindade). Meu pai me ensinou a amar e a respeitar as pessoas, quando o via orando e clamando pelo povo de Deus, quando não media esforços, nem distância para atender a uma alma carente de Deus, quando preparava seu sermão com tanto cuidado para levar a Palavra do Pai, pura ao coração das pessoas. Minha mãe me ensinou a ser fiel a uma causa, me ensinou a honrar uma aliança e a ser comprometida. Acima de tudo, eles me ensinaram a respeitar a Deus e sei que esta é a grande lição, o segredo que devo guardar em meu coração para o meu bem e o bem da minha família. (O temor do Senhor encaminha para a vida; aquele que o tem ficará satisfeito, e não o visitará mal nenhum. Provérbios 19.23)


Ao lado do meu esposo amado aprendo a cada dia. Fico limitada em palavras para descrever esses 16 anos de amizade e auxílio, posso dizer que ele me ensina a ser altruísta e me mostra que nem sempre tenho razão.


Talvez você esteja se perguntando: E a palavra recebida, qual é?

A Palavra que Deus me deu está no livro de Ester. Leia-o todo se possível.  E no capítulo 4, versículo 14 diz: Porque, se de todo te calares neste tempo, socorro e livramento de outra parte sairá para os judeus, mas tu e a casa de teu pai perecereis; e quem sabe se para tal tempo como este chegaste a este reino? (Ester 4.14)


Ester entendeu o porquê havia acontecido tudo aquilo com ela e o porquê dela estar ocupando aquela posição no reino. Eu quero descobrir qual o meu lugar nos planos de Deus, não voltarei atrás e não me esconderei dos desafios. Eu tenho uma palavra e nela me amparo! Não importa o que se levante, sei quem me chamou! Eu tenho uma missão e vou cumpri-la!


Nestas eleições de 2014, estou concorrendo a um lugar na Assembleia Legislativa do RS, pelo PSB (Partido Socialista Brasileiro) para que eu seja a voz dos que acreditam na construção de uma sociedade alicerçada em valores espirituais, morais e éticos, que devem ser cultivados no seio da família que é o pilar de sustentação de uma sociedade mais justa e solidária! Meu número é 40414.


Junto comigo na caminhada está a Dra. Roseli Poggere, advogada, obreira e irmã em Cristo, que concorre para deputada federal, também pelo PSB, com o número: 4010.


Conto com suas orações e com seu apoio.
Deus abençoe!

Pra. Liziane Bayer